O erro da homofobia.

Se você veio até aqui tentando descobrir o que raios você faz de errado sendo um homofóbico, tudo que eu posso começar dizendo é: você é homofóbico. Seu erro é exatamente esse.
Não é de hoje que nós presenciamos casos de violência com homossexuais exclusivamente pelo fato de eles gostarem do oposto que nós. Convenhamos que esse é o motivo mais ridículo de todos. Depois de tanto fazer mini comentários em compartilhamentos do facebook, resolvi que era a hora de juntar a minha opinião e fazer uma postagem esclarecedora sobre esse assunto, dividindo-a em dois itens:

1- Respeito
Se ciclana gosta de mulher, fulano de homem, beutranis dos dois, o que eu tenho a ver com isso? Se eu sou heterossexual porque nasci assim, por que eu deveria me achar no direito de julgar o homossexual como doente se o mesmo também nasceu assim? Por que eu poderia me dar ao luxo de pensar que esse é um problema, uma deformidade, uma aberração? Das únicas coisas que eu tenho direito sobre esse assunto, a principal delas é que eu posso escolher não querer reproduzir o ato, porém algo no qual eu tenho dever é, acima de tudo, entender que não tenho o que aceitar ou gostar, preciso respeitar. O que os outros escolhem fazer, ser, querer na vida deles, é um problema exclusivamente dos outros.

2- Preconceito - Casamento Gay - Adoção
Ninguém é livre de preconceitos, entretanto ele se torna ainda mais inaceitável quando você se acha apto para agredir verbal ou fisicamente, matar, excluir, limitar o outro por coisas que você optou não fazer/ser na sua vida. Eu acredito e sigo a seguinte frase: "O meu limite começa, aonde o do outro termina". Se não interfere na minha vida, vou prejudicar o outro pra quê? Vou impedir duas mulheres ou dois homens de se casarem por qual razão? Foda-se o convencional, esse termo é só mais uma coisa relativa como todas as outras coisas na vida. Se tem tanta criança abandonada querendo carinho, amor, lar, comida, estudo, por que raios um casal de gays dispostos a oferecerem isso e um mundo inteiro não são aptos para o fazer? Quem aqui acha que é deus ou uma força superior para determinar se alguém, a partir da opção sexual, se torna apto para alguma coisa? Pois é, ninguém é.

Eu poderia estender essa discussão em milhões de outros itens, mas fica claro que isso é apenas uma questão de respeito. Você, heterossexual, não é limitado pela sua opção sexual, mas gostaria se fosse? Quando somos crianças, aprendemos o conceito de empatia, vulgo "não fazer com os outros o que nós não gostaríamos que fizessem conosco", então se você espera que te respeitem e te tratem de forma digna, faça o mesmo com os outros. No fim das contas, somos todos feitos do mesmo pó que se arrasta por uns anos até ser comido de novo.

11 comentários:

  1. Sammy, eu acho que assim, sinceramente, tu devia me beijar agora pra mostrar que tu realmente não é homofóbica <3 HHSFUHUSFSHUF O que falta pras pessoas é uma vida interessante pra viver, só gente chata incomoda e se importa desse jeito com os outros. Seria bom se essas pessoinhas entendessem que liberdade de expressão não é liberdade de opressão e que o que precisa de cura são os neurônios delas, que não estão em pleno funcionamento.
    beijão gata <3

    ResponderExcluir
  2. Tá faltando muito, muito respeito. Ninguém é obrigado a concordar com o que o outro faz/come/veste/ouve/etc mas isso não dá o direito de interferir. Agora, o mais absurdo é ver, em pleno 2014, esse preconceito ser propagado em TV aberta por inúmeros candidatos. Eu sou meio alheia a política, mas esse é o tipo de coisa que me revolta, me dá nojo. Cada um pode ter suas convicções, ok. Mas meter isso em política, pra mim, é misturar coisas que são completamente diferentes. O Brasil já tem tanta violência, tanto problema... Sério mesmo que tem gente que só quer colocar mais lenha na fogueira?

    ResponderExcluir
  3. Sammy, concordo com tudo isso em gênero, número e grau! Um fator que me deixa mais indignada é que, muitos homofóbicos que são contra a adoção de crianças por gays não se lembram que, a criança a ser adotada foi antes abandonada por um casal hétero.
    É absurdo julgar que hetero nasceu assim e que homossexualidade é comportamento.
    Post mais do que incrível! <3
    Beijos, Cyn
    http://ograndetalvez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente com você. Vi a notícia de Marcelo tas falando da filha trans e fiquei chocada com os comentários homofóbicos, mega falta de respeito!

    www.rockcomluxo.com
    CANAL NO YOUTUBE: www.youtube.com/natypottersena

    ResponderExcluir
  5. O que realmente falta no mundo não é amor, é respeito. Muita gente não assume o amor que tem, por medo do julgamento das pessoas e isso já começa pela lei, que impede pessoas que se amam, de se casarem. Não está escrito nos mesmos livros de leis que o ser humano é livre? A mesma desmente e infringe essa lei. É um assunto muito extenso que se resume em respeitar, não precisa aceitar, cada um com seus preceitos e preconceitos, mas respeito sempre em primeiro lugar.

    nandacampos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Sammy.
    Esses dias vi no Facebook uma frase que achei perfeita: Dois iguais não podem gerar um filho, mas podem adotar aquele que foi jogado fora por dois diferentes.
    Respeito a diversidade. Cada um nasceu para ser feliz.
    Big beijos

    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  7. Primeiramente, gostei da iniciativa. No blog Faroeste Manolo usamos a defesa LGBT em pauta e aplaudimos de pé a galera consciente que repudia o preconceito, pois além do óbvio, somos todos humanos e pretendemos evoluir.
    Homobofia está tão na moda que alguns pastores escrotinhos já tiveram a cara de pau de defenderem a ideia de “lutar contra a DITADURA GAY”. Dai te pergunto: a ditadura mora onde, no modo de vida de pessoas que estão cuidando de seus próprios narizes, ou dentro de igrejas que sobrevivem na base da lavagem cerebral? Pois ninguém vê a galera gay panfletando na porta de igreja ou de comitê de partido preconceituoso os pedindo pra mudar de religião ou posição política, SÓ SE VÊ O CONTRÁRIO!!!
    Não generalizando todas as pessoas que frequentam quaisquer igrejas, mas mano na boa, essa galera que usa a Bíblia como desculpa pra satanizar o movimento LGBT é tão burra que nem param pra pensar que até no mundo animal é natural ser homo, pode ser genético, não é doença, é NATURAL. E bicho não tem noção de quem raios é Jesus ou Espírito Santos, será que eles irão para o tão falado inferno por causa disso?
    É sempre bom levantar esse discurso e tentar introduzir na cabeça dos ignorantes que ser gay é digno, não importa se fulano ou beltrano se sente ofendido, que viva a vidinha dele e nos deixe em paz! Bom saber que em blogs de moda como o seu, com um público totalmente diferente, tem acesso a esse tipo de opinião e possa discutir livremente sobre o tema. Afinal de contas, o movimento LGBT antes de mais nada é constituído por SERES HUMANOS, pessoas, que respiram, comem e bebem como todos os outros e tem sentimentos.
    Às vezes é fácil atirar a primeira pedra e se sentir incomodado por várias demandasLGBT serem pedidas ao governo, mas as pessoas se esquecem de que pedir igualdade não é mendigar privilégios, e de que os heteros não são vítimas de agressão EM VIRTUDE da sexualidade. A porcentagem de heteros que morrem se baseia em razão de outros tipos de violência (de trânsito, doméstico, acerto de contas, envolvimento com crime organizado e etc), NÃO POR SEREM HETEROS, então não é o mesmo percentual de todos os homos que morreram graças ao ódio e à intolerância. Não tem nem como cogitar a ideia de que ser homofóbico é normal, até porque se a pessoa fosse feliz e segura de sua própria sexualidade, não se importaria com o que a galera gay faz.

    Hell

    www.faroestemanolo.com.br

    ResponderExcluir
  8. A única coisa que eu queria entender é como que em pleno 2014 com tanta gente aí se assumindo e sendo feliz e mostrando pro mundo que é normal ainda tem gente que tem esse tal de preconceito? É viver no século 15, eu acho. Beijo pro Levy.

    Mandou bem no post, Sammyzinha! Sdds disso aqui! <3

    Beijos da Tabatha!
    http://www.naocontapraninguem.com
    http://www.youtube.com/blogncpn

    ResponderExcluir
  9. Sammy, eu não vou escrever um texto aqui falando da minha opinião, sendo que eu poderia simplesmente colar o teu post aqui no meu comentário. Se tem uma coisa que eu ABOMINO na vida é a homofobia, eu sou totalmente a favor do casamento gay, da adoção gay e da igualdade entre todas as orientações sexuais.
    Eu te parabenizo por dar início a esse assunto polêmico e a debater sobre ele. Concordo plenamente com cada palavra que disse e meus parabéns, de verdade, pois poucos tem a coragem e a consciência de botar tudo aquilo que pensa tão belamente.

    Beijos,
    www.meianoiteequinze.com.br

    ResponderExcluir
  10. Simplesmente não tenho o que adicionar ao seu texto! Não concebo a ideia de alguém ser preconceituoso com algo que nem lhe diz respeito. As pessoas confundem muito o ato de dar opinião e fazer discurso homofóbico. Se valem da tal democracia para legitimar uma violência que pode não ser física, mas é verbal e atinge da mesma forma.

    Adorei o texto! <3
    Beijos.
    triboalternativa.com.br

    ResponderExcluir
  11. Só acho que a homofobia e qualquer outro tipo de preconceito é sinônimo da falta do que fazer da vida. Acho que pessoas felizes, sensatas e principalmente ocupadas, não possuem tempo para se preocupar com a opção sexual do outro.
    Concordo com seu ponto de vista, Sammy! E partilho da sua opinião.

    Gostei muito do texto!
    Alias, estou amando todos os seus textos que abordam esses temas "polêmicos" que infelizmente, ainda são motivo de divergências entre as pessoas.

    Beijos!
    Amandismo

    ResponderExcluir