Samba com o jorginho

Cheguei no Rio de Janeiro bebendo. Me entupi de vodka com energético antes do rolê e parti para o Carioca da Gema, curtir um samba rock por lá. Já cheguei pra lá.. Tã pra lá que onde mesmo eu nem dizer. Que cidade cabulosa é essa que desperta a minha fome de insanidade? Puta merda, cara. Dancei igual uma lacraia asmática a noite inteira. Falei inglês com um desconhecido que era brasileiro e o motivo mesmo eu já não consigo me recordar.

Descobri que eu cai uma hora e que o mesmo vento que tava derrubando Aécio Neves durante uma reportagem havia acabado de me atingir. Foi massa. Seu Jorge tava na platéia do mesmo boteco que eu e eu nem vi. Ele até cantou altas músicas e puts.. Quem é Seu Jorge?  Mal sabia quem era eu ali. Tiramos foto e eu não ia saber nunca se eu não tivesse visto as fotos.

Cheguei no hotel e descobri que celular na mão de bêbado é foda!!! Mandei uma pá de áudio desnecessário e rachei os bicos igual uma condenada. Capotei depois. Dormi like a stone e acordei inocente. Que puta ressaca! Rio de Janeiro tá sendo nice comigo e eu tô sendo insammy com ele.

2 comentários:

  1. HAHAHAHAHA esse texto me remeteu a várias noites saudosas na minha Augusta, só que sem samba rock e sem cariocas aheuaheuaeh

    Sensacional <3

    Faroeste Manolo

    Página Facebook

    ResponderExcluir
  2. HAHAHAHAHA esse texto me remeteu a várias noites saudosas na minha Augusta, só que sem samba rock e sem cariocas aheuaheuaeh

    Sensacional <3

    Faroeste Manolo

    Página Facebook

    ResponderExcluir